• LabTE

Mindserena - Projeto de aprendizagem socioemocional em contexto escolar

O MindSerena é um projeto de aprendizagem socioemocional para professores e alunos dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico, baseado nas abordagens e princípios científicos do mindfulness. »

O projeto MindSerena nasceu após um desafio colocado por uma antiga aluna de Ciências da Educação que, como Técnica superior na Câmara Municipal de Penacova, solicitou ajuda à Prof. Doutora Albertina Oliveira para submeter um projeto a financiamento através da CIM|RC.

A paixão da Prof. Doutora Albertina Oliveira pelo Mindfulness surgiu há vários anos levando ao seu estudo e ao surgimento da Unidade Curricular da Licenciatura em Ciências da Educação denominada: Educação para o Mindfulness. Foi esta a abordagem escolhida para desenvolver um projeto que pretendia reduzir o insucesso escolar.

O projeto iniciou há um ano, para o qual foi constituída uma equipa que desenvolveu diversos materiais que serão disponibilizados no princípio de setembro para auxiliar outras escolas que pretendam implementar esta metodologia.


O que é e como surgiu o Mindfulness?

Diferentes saberes que se aproximaram para criar o Mindfulness

No final do séc. XX as neurociências, os saberes das tradições religiosas de ordem contemplativa e poetas iniciaram encontros, incentivados pelo Dalai Lama. Richard Davidson foi desafiado a estudar no lado positivo do ser humano, o que levou à criação de uma nova vertente de investigação. Os saberes milenares foram desconsiderados com a evolução da ciência no inicio do séx. XX e actualmente fazem parte desta nova vertente de investigação.

Passamos a maioria do tempo em modo de piloto automático. Algo que é negativo já que se reflete também em problemas de saúde, além da óbvia falta de atenção. Segundo vários estudos, passamos 47% do tempo neste estado de piloto automático. A intenção é, por isso, de intervir ao nível da atenção.

Os professores salientam que o aluno não tem atenção na aula, mas ninguém explica como é que se consegue estar com atenção. Exige muito treino o que faz com que muitas pessoas desistam, infelizmente. A investigação salienta que com treino consistente conseguimos atingir os objetivos. Implica treinar, para que se possa alcançar "um estado de recetividade, de abertura, de curiosidade, de foco de atenção, de alerta tranquilo".


Dois modelos de base

Para o desenvolvimento do projeto a equipa baseou-se em 2 modelos de Mindfulness: Bishop, et al (2004) e Modelo SAUNA.

Segundo o modelo de dois componentes de Bishop, et al (2004) é necessário trabalhar outras dimensões do ser humano que não são muito desenvolvidas habitualmente, devendo-se orientar para a experiência imediata, captando o fluxo momento a momento.

Já o Modelo Shauna acrescenta um terceiro componente: a intenção. Defende que tudo é interdependente, tudo tem efeitos. É por isso importante desenvolver as qualidades mais nobres do ser humano. O treino deve ser ao nível das atitudes, refletindo sobre qual a atitude que temos em relação a nós e aos outros. Ajuda a desconstruir algumas vias neuronais e ajuda a construir outras mais saudáveis.


Projeto MindSerena 2018/2019

Todas as turmas do 6º e 8º ano foram envolvidos no projeto, num total de 209 alunos. Este é um projeto de intervenção, estando a decorrer a investigação em simultâneo. O plano de trabalhos consistiu em 5 etapas, inicialmente com professores, depois alunos e posteriormente a comunidade.

No 2º período de formação os professores foram co-criadores das atividades a aplicar em sala de aula.

Durante a etapa com os alunos houve intervenção dos professores e dos técnicos do projeto, que tiveram direito a 45min semanais com as turmas num total de 8 semanas. Algumas práticas foram gravadas para que em casa pudessem treinar com a família e com amigos. A intervenção com os alunos iniciou na sala e depois passou para o exterior e espaço envolvente aproveitando o bom tempo.

Estão agora a decorrer as formações com os auxiliares e ainda irá decorrer formação com os pais.

As mudanças são físicas ao nível da estrutura cerebral, mas também na composição sanguínea. As zonas do cérebro mudam de tamanho e há novos neurónios que são desenvolvidos promovendo assim o bem estar de todos.

É certo que inicialmente poucos foram os profissionais que nas escolas acreditaram no sucesso do projeto, colocando desde logo algumas dificuldades, mas neste momento são os primeiros a garantir que realmente vale a pena implementar o Mindfulness nas escolas. Este foi um dos maiores sucessos do projeto, conseguir a adesão dos mais resistentes, pois assim se provou que realmente trás benefícios.

203 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • Email

© 2019 LabTE

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now